quinta-feira, novembro 03, 2011

Como Abrir - Montar um Sacolão

Sacolão
Apresentação do Negócio
 Os sacolões surgiram na década de 70 no estado de Minas Gerais. O seu sistema de vendas consistia basicamente em negociar diversos produtos por um preço único. O cliente colocava os produtos que desejava em uma sacola e pesava-os juntos. Essa é a origem do termo “Sacolão”.  Mas foi a partir da década de 80, que os sacolões receberam um impulso do poder público com as CEASAs (Centrais de Abastecimento), que forneciam todo tipo de assistência técnica possível e estimularam sua expansão, obtendo uma excelente aprovação entre a população.
     
      Os Sacolões foram criados com os seguintes objetivos básicos:
*  “Propiciar um novo canal de distribuição de produtos hortigranjeiros para as populações de menor poder aquisitivo e, conseqüentemente, elevar a disponibilidade nutricional diversificada àquelas populações, com base nos teores de vitaminas e proteínas encontrados em larga escala nos produtos hortícolas;
* Propiciar a distribuição também de produtos hortigranjeiros com classificação não comercial, aumentando a renda dos produtores com a nova opção de escoamento desses produtos;
* Reduzir os custos operacionais nessa nova modalidade de venda a varejo, a preço único por quilograma, beneficiando sensivelmente o consumidor final;
* Modificar o hábito do consumidor, estimulando-o a adquirir outros produtos hortigranjeiros, inclusive aqueles fora da classificação oficial;
* Abastecer com produtos hortigranjeiros as populações residentes nas áreas periféricas dos grandes aglomerados urbanos;
* E, finalmente, criar com os Sacolões, um novo referencial de preços em nível de varejo.” (SILVA, 1987 pág. 09/10)
      O Sacolão que conhecemos nos anos 2000 é um pouco diferente daquele das décadas de 70 e 80. A maioria não tem ligação com o governo ou com as Centrais de Abastecimento. Embora ainda exista a possibilidade de obter a concessão de um Sacolão participando de licitação no estado de São Paulo, na maioria das cidades eles funcionam como comércios exclusivamente  de cunho privado. Os Sacolões privados também praticam a estratégia de negociar diversos produtos por um preço único, mas atendem em sua maioria, o público de classe média, classe média alta. Porém, existem também sacolões que atendem a classes pobres, inclusive oferecendo apenas produtos de baixo custo
      As novas tendências de mercado apontam para um perfil de sacolões que além de oferecerem os produtos tradicionais agregam em sua estrutura açougue e uma pequena mercearia com itens básicos de consumo. Entretanto se o empreendedor optar por agregar novos produtos no Sacolão deverá se informar sobre a legislação para os demais produtos e verificar se existem exigências específicas, como é o caso do açougue.
Este documento não substitui o plano de negócio. Para elaboração deste plano consulte o SEBRAE mais próximo.

Sacolão
Mercado
"Não existem informações específicas quanto ao número de sacolões existentes no Brasil ou em seus estados. Para investir conscientemente é necessário que se faça uma pesquisa de campo identificando a demanda local e os potenciais concorrentes.
      De acordo com IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o gasto com consumo de frutas, legumes e verduras no Brasil é 110% (cento de dez por cento) menor que o gasto com alimentos supérfluos. Desde o início do século XXI, a mídia tem alertado para os perigos da má alimentação, chamando a atenção das pessoas para terem uma vida mais saudável, o que contribui para que este mercado se torne bastante atrativo para futuros empreendedores.
      Os principais concorrentes de um sacolão são os supermercados e as feiras livres. Com a expansão dos supermercados e hipermercados de grandes redes, com ofertas dos mesmos produtos, a concorrência se tornou mais acirrada. As grandes redes apareceram com uma nova estratégia para atrair o público consumidor. Lançaram “o dia da feira”, colocando nesse dia todos os produtos de feira em liquidação. Entretanto, a maioria dos supermercados pratica menores preços somente neste dia, restringindo as ofertas dos demais dias da semana a um ou dois produtos apenas.. Para fazer frente à concorrência os sacolões possuem um importante ponto forte: o oferecimento de produtos frescos todos os dias da semana com um pacote de preço único e embora as feiras livres também tenham a característica de oferecerem produtos frescos, elas geralmente funcionam em dias específicos da semana, enquanto os sacolões funcionam a semana inteira, dependendo da cidade, inclusive aos domingos.
Ameaças e oportunidades
      As oportunidades de negócios são definidas pelas possibilidades de bons resultados que o empreendedor vislumbra ao implantar um novo empreendimento.
      O conhecimento real das possibilidades de sucesso somente será possível através de pesquisa de mercado.
      Uma pesquisa não precisa ser sofisticada, dispendiosa - em termos financeiros - ou complexa. Ela pode ser elaborada de forma simplificada e aplicada pelo próprio empresário, para estudar a concorrência já instalada, o tipo de público predominante na região em termos de capacidade aquisitiva, os gostos pessoais, a cultura e as expectativas que as pessoas têm em relação a um sacolão.
      Também é importante pesquisar os preços praticados pelos concorrentes, o padrão dos sacolões existentes; comparar as características dos potenciais clientes e decidir ou não pela instalação em um determinado bairro ou região.
      O risco de abrir as portas sem conhecimento do ambiente local é muito alto.
      As ameaças são representadas por todas as possibilidades de insucesso que o futuro empresário pode identificar para o novo negócio. A realização da pesquisa sugerida fornece subsídios para a previsão de dificuldades que poderão surgir.
      Algumas ameaças e oportunidade em Sacolões, como empresa, merecem destaque:
     
   Ameaças:
* A falta de tempo das pessoas para preparar alimentos e consequentemente a procura de produtos prontos para o consumo;
* Falta de hábito de consumo de vegetais, segundo pesquisa do IBGE;
* Não conhecimento de todos dos benefícios dos vegetais
* Concorrência dos Super e Hipermercados que também vendem os hortifrutigranjeiros.
* Concorrência das feiras livres – embora em alguns locais as feiras livres só aconteçam em determinados dias da semana, existem locais como Brasília, por exemplo, onde existem feiras permanentes.
* Elevado grau de dependência em relação aos fornecedores.
   Oportunidades
     
* Crescimento da renda e da população e consequentemente o favorecimento do aumento de consumo de vegetais;
* Menores preços que os dos supermercados na maioria dos dias da semana;
* Propaganda positiva da mídia favorecendo o aumento de consumo de vegetais.
* Possibilidade de contatos com outros varejistas (próximos ao local onde está instalado o Sacolão) que vendem produtos complementares para promoções casadas.
   Para pesquisar mais sobre o mercado fornecedor, recomenda-se que o empresário busque informações em sites e periódicos especializados, como por exemplo, o Globo Rural. 

Sacolão
Estrutura
Um sacolão com 50m² permite trabalhar com quantidade e variedade menor de produtos concentrando-se naqueles que tem mais demanda local e pode funcionar com três pessoas, sendo uma delas o proprietário, caso ele opte por participar em tempo integral do funcionamento do negócio.
      A exposição da maioria dos produtos é feita em balcões. O espaço deve ser organizado de forma que a disposição de balcões e equipamentos como geladeiras, por exemplo, permita que as pessoas, inclusive deficientes físicos, circulem livremente pelo Sacolão.
      Além do espaço destinado às vendas é importante dispor de um pequeno depósito, em local bem arejado, para estocar mercadorias que devem estar disponíveis para a reposição constante nos balcões.
      Deve haver também, banheiro e um local para organização de um escritório destinado à realização de atividades administrativas.
      Locais que vendem alimentos devem dar especial atenção à higiene, para evitar focos de contaminação. Por isso é recomendável que se utilize cores claras e materiais laváveis para facilitar a manutenção de um ambiente adequado.
      Além de limpo, o local deve ser bem iluminado e bem arejado. Uma boa iluminação pode favorecer as cores dos produtos, tornando-os mais atrativos para o cliente. Um local arejado, além de oferecer mais conforto ao cliente, aumenta a durabilidade dos alimentos. Dependendo da região do país que o empreendedor irá estabelecer seu negócio, convém verificar a necessidade de instalação de ar condicionado.
      Os preços precisam estar à vista do consumidor, porém é preciso tomar cuidado com a poluição visual.
      Não existe legislação especifica para este tipo de comércio, inclusive  para destinação do lixo gerado pelo Sacolão. Comumente as sobras de mercadorias são levadas por carroceiros.

Sacolão
Pessoal
 Para uma estrutura de 50m² serão necessários três pessoas (podem ser três funcionários ou o proprietário e mais dois funcionários) de preferência uniformizados.
      As responsabilidades dos  que trabalham no Sacolão  podem ser dividas da seguinte forma:
     
      Funcionário 1:
      Atendimento ao cliente;
      Recebimento de mercadoria;
      Reposição de mercadoria;
      Verificar mercadoria danificada ou estragada nos balcões.
     
      Funcionário 2:
      Atendimento ao cliente;
      Reposição de mercadoria;
      Entregas rápidas (carrinho de supermercado ou bicicleta);
      Verificar mercadoria danificada ou estragada nos balcões.
     
      Proprietário (ou funcionário 3):
      Caixa;
      Atendimento ao cliente;
      Compras;
      Gestão do negócio.
     
      São desejáveis as seguintes habilidades para os funcionários do Sacolão:
     
* Capacidade de estabelecer empatia com os clientes;
* Simpático;
* Atencioso;
* Interessado;
* Educado;
* Habilidade para orientar os clientes;
* Paciente;
* Idôneo ;
Conhecimento dos produtos.
      As habilidades acima foram destacadas considerando-se a importância do atendimento para a manutenção e captação de clientes para um Sacolão. Muitas pessoas preferem pequenos comércios em função do atendimento mais personalizado.
      O financiamento de cursos voltados para o desenvolvimento de pessoas pode não ser muito acessível para quem está iniciando um empreendimento. Para evitar custos com capacitação, convém o empresário fazer uma seleção criteriosa de pessoas para sua equipe. Na seleção os candidatos devem comprovar conhecimento e habilidade para executar suas funções.
      O piso salarial dos empregados de um Sacolão é regulado pelo Sindicato do Comércio Varejista e a partir daí, o empresário deverá manter políticas que remunerem adequadamente os empregados, considerando-se os níveis de competências pessoais.
     
     Recomenda-se a adoção de uma política de retenção de pessoal, oferecendo incentivos e benefícios financeiros ou não, para diminuir os níveis de rotatividade e obter vantagens, tais como a criação de vínculo entre funcionários e clientes, diminuição de custos com recrutamento e seleção e demissões e ainda poderá evitar o investimento de tempo em adaptação de novos funcionários.

Sacolão
Equipamentos
O Sacolão é um negócio que não exige muitos equipamentos. Os principais equipamentos utilizados para operacionalizar o funcionamento de um Sacolão são:
     
* Balança;
* Balança com impressora: essas balanças são obrigatórias para produtos abertos, como por exemplo, uma melancia cortada. A balança fornece o peso e data de pesagem;
* Balcões expositores;
* Expositor refrigerado: para conservação de hortaliças e frutas mais sensíveis ao calor;
* Cestas e/ou carrinho de compras;
* Sacos ou Sacolas de plástico, papel e/ou ecobags.
* Checkout: balcão onde o cliente faz a pesagem e pagamento dos produtos;
* Computador ou máquina registradora eletrônica. Já existem modelos de máquina registradoras que emitem cupom fiscal;
* Impressora fiscal.
* Bicicleta e/ou carrinho de compras para entrega de mercadorias em pequenas distâncias, se for o caso.
     
      No mercado existe uma vasta quantidade de ofertas dos equipamentos necessários, que permite ao empreendedor pesquisar e negociar para obter o melhor preço. Além da possibilidade de comprar em lojas especializadas, o empreendedor pode contar com a oferta de produtos usados e em bom estado em anúncios de jornal e internet.
     Para a administração de um Sacolão o empreendedor pode organizar um pequeno escritório com um computador, uma impressora, mesa, cadeira e um arquivo de pastas suspensas para organização dos documentos, local seguro para guardar dinheiro.
     Se bem cuidados e mantidos com as devidas manutenções,  o tempo de durabilidade dos equipamentos deste negócio é longo. Não existe necessidade de troca constante. Contudo, as balanças exigem atenção especial, pois precisam ser constantemente verificadas e eventualmente sofrem fiscalização do INMETRO (Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial).
     A depender de como será a entrega dos produtos pelos fornecedores é preciso adquirir um meio de  transporte.
     O empresário que desejar ampliar seu canal de distribuição fazendo o fornecimento para restaurantes deverá fazer a aquisição de um carro para as entregas. Convém verificar as linhas especiais de financiamento de veículos para pessoa jurídica.

Sacolão
Investimentos
árias decisões impactam no investimento para abertura de um Sacolão:
     
      - Localização: o valor para alugar ou comprar um imóvel irá variar de acordo com a região escolhida para abertura do negócio; 
      - Tipo de imóvel: optar por alugar ou comprar um imóvel;
      - Qualidade do imóvel: condições físicas do imóvel, necessidade de reforma, tamanho da reforma;
       - Equipamentos: optar por equipamentos novos ou usados, equipamentos mais simples ou mais sofisticados;
       Todas as decisões referentes a estes itens surgirão com a elaboração do plano de negócios. Etapa fundamental para quem deseja empreender de forma consciente, “o plano de negócios é a validação da idéia, análise de sua viabilidade como negócio” (DOLABELA, 1999). Para quem deseja instruções de como fazer um plano de negócios, o SEBRAE oferece um curso gratuito na internet, para se inscrever acesse http://www.ead.sebrae.com.br/.
      Considerando um Sacolão instalado numa área de 50m², é necessário um investimento inicial estimado aproximadamente em R$ 32.400,00 (trinta e dois mil e quatrocentos reais), a ser alocado majoritariamente nos seguintes itens:
     
* Reforma do local: R$ 5.000,00;
* Aluguel: R$ 1.500,00;
* Balcões: R$ 8.000,00;
* Balcão refrigerado vertical: 3.000,00
* Móveis e materiais de escritório: R$ 1.500,00;
* Telefone, microcomputador e impressora: R$ 3.000,00;
* Estoque inicial: R$5.000,00;
* Capital de giro: R$ 5.400,00.
   Caso o empreendedor opte pela aquisição do veículo , deve incluir este item na lista acima. 

Fonte:
http://www.sebrae.com.br/
Procure o Sebrae mais próximo para maiores informações. O Sebrae é o ponto de apoio para micro e pequenos empreendedores.

Marcadores: ,